Empreender Planejar e Sorrir Sempre!

empreender planejar e sorrir
Gestão empresarial e comprometimento correto ajudam a empreender planejar e sorrir. Sem comportamento correto há dificuldades com clientes e capital de giro.

Empreender planejar e sorrir é um desafio controlado

A pesquisa do Sebrae-SP entrevistou 2008 empresários e microempreendedores individuais (MEI) registrados entre 2007 e 2011.

Então, neste levantamento, 71% deles relataram dificuldades no primeiro ano.

Desses, 22% tiveram obstáculos com a carteira de clientes e 14% sofreram com falta de capital de giro ou lucro à disposição.

Problemas de administração, burocracia e mão de obra ficaram em terceiro lugar no ranking.

Portanto, todos esses itens demonstram falta de planejamento prévio.

Por isso, se você abre um negócio antes de saber quem é o cliente, por onde circula, é capaz de errar a localização.

A falta de capital de giro ou lucro – por outro lado – demonstra um problema de gestão e também de planejamento.

Porque você não pode empreender planejar e sorrir, antes de conseguir esse capital de giro ou aplicar o dinheiro de forma incorreta.

Pesquisa demonstra:

  • 46% dos entrevistados não haviam pesquisado antes quem eram seus clientes ou os hábitos de consumo deles antes de empreender.
  • 31% planejaram seus negócios por mais de 6 meses. Entre os que fecharam as portas, esse numero cai para 18%.
  • 39% não sabiam qual era o capital de giro necessário.
  • 61% dos empresários consultados pelo levantamento do Sebrae não procuraram nenhum tipo de ajuda ou conselho antes de abrirem as portas.
  • 38% não sabiam o número de concorrentes que iriam enfrentar.
  • 55% não elaboraram um plano de negócios e nem sequer pensaram em quem cuidaria da empresa no caso de ausência do dono por algum motivo.
  • 88% dos empresários afirmaram ter usado recursos próprios para abrir suas empresas. Apenas 1% dos entrevistados pediram dinheiro no banco.
  • 46% daqueles que fecharam conseguiram recuperar todo o investimento feito – 23% perderam parte e 31% tudo.

Então, como fazer?

=> Inove – Empresas que frequentemente aperfeiçoam produtos e serviços e que estão em dia com a tecnologia tendem a sobreviver por mais tempo.
=> Custos – Calcule detalhadamente o custo dos produtos e procure fornecedores com qualidade e preço. Por isso, acompanhe rigorosamente e cuidadosamente receitas e despesas.
=> Diferencial – Empresas que procuram diferenciar seus produtos têm mais sucesso que aquelas que tentam competir apenas por meio do menor preço.
=> Informe-se – Procure se antecipar aos fatos buscando informações. Portanto, conversar com clientes, bancos, fornecedores e governo aumenta suas chances.
=> Objetivos – Crie uma meta para definir onde você quer chegar. Por isso, faça um plano de ações definindo o passo a passo da operação que você administra.
=> Acredite – Quem se deu bem acredita na sua capacidade e sacrifica-se para atingir seus objetivos. Mas, também prefere perseguir riscos moderados.

Persistir ou desistir?

Embora a experiência de fechar e amargar prejuízo possa parecer difícil, muitos não encaram o fracasso como o fim da linha.

Contudo, mesmo após fechar as portas …

25% dos entrevistados disseram que se tornaram profissionais autônomos e,

Outros 20% declararam que voltaram a empreender.

Esse desejo fortaleceu vários empresários para que não cancelassem o registro na Junta Comercial …

Pois, havia esperança de reativar o negócio em algum momento.

Conclusão:

Essa é a maior prova de que – para muita gente – só se aprende fazendo.

Todas essas lições, como planejamento e gestão, serão levadas adiante.

E você leitor, pretende Empreender?

Autor: Erivaldo Ribeiro
Juntos, podemos sempre mais!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Avatar

Erivaldo Ribeiro é o fundador do Publicidade Viral. Empreendedor independente com foco em marketing, publicidade e empreendedorismo. Acredita que, ao compartilhar informações, está contribuindo para um mundo melhor. Temos um espaço no Facebook para nossa comunidade.

Marcado com: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.