Contexto Sem Sistemas Integrados …

contexto sem sistemas integrados

O marketing de contexto sem sistemas integrados fica limitado e impede a aproximação com o futuro cliente da empresa, por desconhecer o que ele precisa …

Contexto sem sistemas integrados é impossível!

Antes as ferramentas que enviavam e-mails, combinavam suas buscas de contatos nos bancos de dados.

As linhas de assunto construídas como Olá [Seu nome aqui] não existiam.

Da mesma forma, a ideia de inserir o mesmo título nos e-mails e landing pages pode parecer ridículo.

Mas hoje, temos tecnologia para criar esses dois itens num sistema integrado que conecta esses dois canais.

Simplesmente não se pode criar uma experiência personalizado e integrada, se a sua tecnologia é desarticulada e desconectada.

Utilize o software adequado

Marketing de contexto só existe porque existem softwares que permitem que diferentes canais online “falem” uns com os outros.

Por isso, chamamos isso de integração completa: com sistemas de otimização do conteúdo.

Mas, independentemente do valor da tecnologia a utilizar, o ponto é que ferramentas separadas, levam a experiências separadas.

Portanto, são trabalhosas, desconfortáveis e sua atualização é repetitiva, e tem que ser realizada manualmente.

Mesmo se pudesse criar uma mesma marca “XPTO,” não haveria como ligar todos os dados de rastreamentos online, antes desta tecnologia.

Mais do que uma confusa série de relatórios, agora podemos ver o número mensal, como um todo.

Por isso, com o sistema adequado, podemos medir o seu ROI global num único local.

Pois, o desafio número 1 para os profissionais de marketing, de acordo com estudos da HubSpot, são os relatórios sobre o mercado.

Portanto, a maior parte das informações pessoais na internet seria apenas ruído, neste contexto sem sistemas integrados para coletar esses dados e lhes dar sentido.

Relacionar todas as informações sobre uma pessoa em um sistema, permite que vejamos quem é essa pessoa no contexto.

Pode-se aprender em que tempo os melhores clientes visitam o seu website.

E qual dispositivo eles usam para vê-lo, bem como uma miríade de outros detalhes fundamentais para o negócio.

Seja proativo e se antecipe no mercado!

Em vez de adivinhar com o que as pessoas se preocupam, pode-se criar um perfil de cada usuário.

Desta forma, medir o que realmente lhe interessa, algo que pareceria como ler a mente, realizada pelo guru de vendas.

O objetivo final é criar uma experiência holística que ajusta a mensagem as interações pessoais, na outra extremidade da tela.

Por isso, não se pode fazer nada, quando os contatos do banco de dados só se comunicam com o e-mail e não se comunicam com todos os outros canais.

continua no próximo post…

Posts anteriores: Introdução, Parte1, Parte2, Parte3

Autor: Erivaldo Ribeiro
Juntos, podemos sempre mais!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Avatar

Erivaldo Ribeiro é o fundador do Publicidade Viral. Empreendedor independente com foco em marketing, publicidade e empreendedorismo. Acredita que, ao compartilhar informações, está contribuindo para um mundo melhor. Temos um espaço no Facebook para nossa comunidade.

Marcado com: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.