Linguagem Publicitária Criativa …

linguagem publicitaria criativa
Discute-se demais o processo criativo, como ele funciona e na maneira como surge o “Eureka” na aplicação da linguagem publicitária criativa aplicada hoje!

Linguagem publicitária criativa

Vamos fugir de fórmulas?

Então, vamos fazendo e aprendendo com cada passo que realizamos dentro de uma ideia numa linguagem publicitária criativa …

Por isso, mil possibilidades são possíveis e não se deve limitar até onde podemos chegar…

Depende do que sei, ou já fiz, ou é algo que simplesmente surge?

Por isso, na ausência de regras preestabelecidas, conseguimos visualizar o novo e inédito sobre determinado fato ou assunto?

Até o processo da criação deve ser questionado, pois pode virar uma rotina?

Então, como criar algo que nunca foi realizado?

Os processos que já realizamos nos levam a novos resultados?

O que temos que destruir ou reconstruir para que uma ideia surja sem resquícios de dados ou acontecimentos já executados?

Como liberar nossa mente das mesmices e incessantemente buscar ideias que podem surgir a qualquer momento?

Vendo o mundo com outros olhos e redescobrindo as velhas coisas e observando as rotinas renovando-as sempre, será a solução?

Outros são tão práticos e sentam para fazer algo e “acontece o milagre” a missão é executada e o objetivo é alcançado, será tão simples assim?

No entanto, vemos que cada “job” não pode estar preso a uma regra, pois, cada um deles é e será único para aquela missão…

O Processo

1 – Ler o Briefing
O pontapé inicial, afinal onde queremos chegar, sem conhecer profundamente o “problema” a ser resolvido?

Pois, a partir do mesmo é que podemos debater com nossa mente e possibilidades qual seria a “melhor” solução a ser obtida, não é mesmo?

2 – Liberar o Caos
Vale tudo e podemos debater todos as possibilidades, ideias, maneiras, ferramentas, objetivos e transformar tudo isso em uma resposta aquilo que pretendemos responder …

3 – Mergulhar no mundo do cliente
Quais são suas dores, conquistas e o que ele faz e acredita ser importante e lhe trazer respostas sobre seu mundo?

Assim, podemos solucionar principalmente o que o “incomoda” o que nos faz ter que “entendê-lo” antes mesmo de responde-lo…

4 – Utilizar a Intuição, informação, incubação (parte mais angustiante) e a inspiração (vinda dos deuses?)

5 – Estudar profundamente o problema na perspectiva do consumidor, o que ele pensa e o que ele deseja?

O que temos que dizer ao consumidor ou o que o consumidor quer ouvir?

6 – Trabalhar profundamente o processo e “empatia” interiorizar-se de personas que utilizam o produto ou serviço …

Por isso, é necessário  sentir quais são suas inquietações e o que lhe faz feliz?

7 – Unir a Marca a Pessoa ou a Pessoa é a Marca?

O Caos

Desde o princípio dos tempos o mundo veio do Caos e nada mais lógico do que unir o Caos a objetividade…

Portanto, Trevas x Luz, Água x Fogo, Feminino x Masculino transformando o Yin-Yang em respostas a todas as possibilidades possíveis…

Então, qual é o segredo para retirar do Caos nossas respostas sem perder-se com objetividade?

O Suor da Criação em equipe

Estudando o briefing e se isolando por um tempo imergindo em seu interior a procura de respostas numa linguagem publicitária criativa …

E, no passo seguinte, unir toda a equipe e debater a “céus abertos” e consolidar o sol, a chuva, o frio e o calor…

Num trabalho sério-lúdico para chegar ao resultado inesperado-desejado-sonhado-alcançado-difundido-aplicado-final?

Quem sabe?

Afinal um bom trabalho de criação é resultado de “mmmuuuiiitttooo sssuuuooorrr”

Entretanto, neste mundo globalizado as ideias surgem em todo lugar e a toda hora …

Não é privilégio somente no departamento de “criação” onde o “guru” depois de horas de meditação transcendental recebe a resposta mágica do problema.

É no trabalho em equipe que se busca pela solução – mentes interconectas pensando juntas – produzem resultados espetaculares, quase sempre…

O Peso da Referência

Qual o repertório que povoa sua mente: a web ou livros?

Fazer o que lhe agrada ou suprir suas necessidades e carências são parte do entorno circundante que lhe bombardeia a cada dia?

Portanto, ao trazer respostas a essas inquietações você se aproxima mais e mais do próximo …

Por isso, com suas experiências pessoais – na matéria prima da vida – onde vivemos e nos movemos, quebrando paradigmas nas artes, sociologia, antropologia, e tantas outras…

Criatividade vende

O inédito, o imprevisto, o hilário ou o inusitado, com certeza venderá!

Pois, desejamos coisas novas e que possam nos divertir e transformar nossa realidade já tão bombardeada de “mesmices igualitárias” …

Precisamos superar as barreiras que nos impomos e buscar respostas em todas as possibilidades e sempre …

Publicidade x Arte

Portanto, a dualidade existente na semântica utilizada nas palavras, torna-se solução-conflito …

E, onde a publicidade como convencimento e a arte como expressão estética e cultural não antagônicas em nova ferramenta: PUBLIARTE!  

Sem possibilidades de limitar toda a criatividade-novidade, não é mesmo?

Quando quebraremos esse paradigma para uma nova linguagem publicitária criativa?

Somos ou não somos artistas simples, claros, inteligentes e objetivos?

Desafio!

Aguardo comentários e participações: você é criativo?

Por: Erivaldo Ribeiro
Juntos, podemos sempre mais!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Avatar

Erivaldo Ribeiro é o fundador do Publicidade Viral. Empreendedor independente com foco em marketing, publicidade e empreendedorismo. Acredita que, ao compartilhar informações, está contribuindo para um mundo melhor. Temos um espaço no Facebook para nossa comunidade.

Marcado com: , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.